Argila Terapêutica e Cura de ResfriadoNuma noite de maio de 2007 comecei a ter sintomas de que ficaria resfriada, porém não dei muita atenção para isto e fui dormir. No outro dia, acordei indisposta, com dor de cabeça, mal-estar, com o nariz escorrendo e a garganta arranhando. Como tinha acordado uma hora antes do previsto, resolvi usar este tempo para me cuidar.

 

Fiz uma aplicação de argila no abdômen, outra na garganta e outra na testa, nesta última coloquei uma gota de essência de menta no preparo da compressa. Com estas três aplicações no corpo fui para cama e dormi por uma hora. Acordei e fui tomar banho. Enquanto trabalhava em casa, fiz uso dos bastonetes de argila no nariz: peguei a ponta de um cotonete, na parte do algodão coloquei pasta de argila e apliquei dentro de uma narina, fiquei por vinte minutos e depois troquei de narina, repetindo o procedimento com o outro lado do cotonete. Para ele não cair, grudei uma fita crepe no corpo do cotonete ao meu rosto.

 

Ao final deste tratamento intensivo senti como se tivesse acontecido um milagre, pois tudo que eu estava sentindo antes sumiu ou melhorou consideravelmente. Não me sentia mais indisposta, a dor de cabeça foi embora, o nariz parou de escorrer e a garganta não estava mais arranhando.

 

Meu dia seguiu muito melhor, pois estava me sentindo outra mulher, graças a todos os benefícios que o tratamento de argila trouxe ao meu corpo e ao meu organismo.

 

Relato de Wanda Patrocinio

 

Caro leitor, nosso blog se preocupa com a saúde e o bem estar de todas as pessoas. Desenvolvemos um trabalho na área de terapias complementares, porém gostaríamos de salientar que qualquer tratamento aqui sugerido não dispensa uma orientação médica ou qualquer orientação na área que você esteja precisando. Isto significa que os tratamentos com argila terapêutica e outros devem complementar o tratamento já realizado, mantendo sempre o acompanhamento médico.


Atenciosamente,
Equipe GeroVida.

GeroVida Todos os direitos reservados.2017 - Desenvolvimento - Dinamicsite®