Resultados e Discussão

Em primeiro lugar, o projeto pretendeu otimizar a criatividade, a sonoridade, a espontaneidade e estimular a experimentação de cada participante. O projeto promoveu a ampliação do conhecimento e da capacidade artística dos adultos e idosos. Favoreceu a reflexão e auxiliou no desenvolvimento de pessoas mais sensíveis e criativas. Em segundo lugar, teve como objetivo estimular as emoções individuais, o pensamento e a memória, bem como desenvolver a consciência interna de si mesmo, liberando a afetividade. Após encerramento das vivências foi perceptível a melhoria na qualidade da educação e do conhecimento artístico dos adultos e idosos, bem como do conhecimento de si mesmo, de suas limitações e potencialidades. Por fim, almejou-se favorecer a alegria da criação, as lembranças e motivações de canções, a liberdade e a plasticidade que o movimento proporciona. Na avaliação final do projeto, os participantes relataram que houve ampliação do conhecimento artístico, de práticas terapêuticas e do cuidado com o corpo por meio do movimento. Em um grupo específico com mulheres com depressão, a psicóloga relatou que suas pacientes haviam apresentado melhoras no estado de humor.

 

O Projeto Musicalidade e Movimento Corporal para adultos e idosos, ao longo de três meses, promoveu mudanças qualitativas tais como estimular o pensar em si mesmo e no próprio bem-estar por, pelo menos, duas horas por semana. Alguns idosos relataram que jamais haviam pensado que poderiam criar algo, pois não se achavam capazes e, tampouco, se imaginavam numa apresentação, mas com os resultados descobriram que estavam errados.

 

A seguir apresentamos alguns relatos avaliativos dos participantes do projeto:

“O projeto promoveu equilíbrio físico e emocional; entrosamento e aprendizagem de vivências em grupo; evolução na expressão corporal” (Luiz, 42 anos).

“Eu fiquei mais animada” (Dona Tereza, 66 anos).

“O projeto me fez bem, contra a depressão e sinto alegria com a turma” (Dona Vera, 60 anos).

“Foi muito ótimo estar aqui no projeto, onde fiquei conhecendo muitas coisas boas” (Durvalina, 76 anos).

“Porque tive uma tarde diferente do cotidiano” (Alaíde, 65 anos).

“Mais disposição, mais alegria” (Isabel, 61 anos).

“Eu era uma pessoa acanhada, me soltei mais, estou falando mais alto” (Marinalva, 67 anos).

“Aprendi bastante, eu consegui ficar menos tímida. Gostei dos exercícios que fizemos, gostei das peças que encenamos” (D. Neusa, 57 anos).

 

Com estas frases e com os resultados alcançados com este projeto podemos concluir que por meio da dança e do movimento corporal pode-se resgatar lembranças, sensações e sentimentos que acompanham os participantes em toda sua história de vida, proporcionar prazer, felicidade, satisfação, alegria e realização. A dança e o movimento corporal permeado pela musicalidade é um instrumento importante na vida dos participantes, por proporcionar-lhes aumento do bem-estar físico, social e psicológico. Essa prática é benéfica para a saúde, trazendo satisfação pessoal, superação de limites e desenvolvimento de potencialidades e capacidades.

 

(Para saber mais, leia a apresentação deste trabalho no artigo postado em 29/01/2008; no artigo Encontro Introdutório postado no dia 05/02/2008; no artigo Uma sensibilização no Universo da Flores postado no dia 12/02/2008; no artigo Nas Tramas dos Laços de Fitas postado no dia 26/02/2008; no artigo Na alegria das saias e dos panos postado no dia 07/03/2008; no artigo Encontro de Encerramento postado no dia 14/03/2008).
 
Escrito por: Wanda Patrocinio - 24/3/2008
 

GeroVida Todos os direitos reservados.2017 - Desenvolvimento - Dinamicsite®